[ Idiomas > Apresentação > Raças > Sagrado da Birmânia ]

Padrões de Raça Para Julgamento: Sagrado da Birmânia


PONTOS
Cabeça 15
Orelhas 5
Olhos 5
Corpo 20
Pernas/Patas 5
Cauda 5
Cor 10
Textura 5
Comprimento 5
Pelagem 25
Corpo e Pontas 10
Luvas 10
Laços 5
Condição 10

Generalidades: O Sagrado da Birmânia é um gato de pelo longo, comprido mas de ossatura pesada. Podemos dizer que é um gato mediano, já que não está em nenhum extremo de comprimento ou peso. A impressão geral que se tem do Sagrado da Birmânia é que é bem proporcionado e esteticamente bonito.

Cabeça: Crânio pesado, largo e redondo. Testa ligeiramente inclinada para trás. O nariz é de formato Romano, médio no comprimento, e com as narinas posicionadas para baixo. Tem um definido afundamento (stop) entre os olhos o qual começa no osso da face e então inicia a sua curvatura para baixo. Bochechas cheias com maxilares fortes. É permitido um aspecto delicado nas fêmeas. Queixo cheio e bem desenvolvido, formando uma linha perpendicular com o lábio superior. Focinho bem definido o qual direciona-se para fora com relação a sua base na face e carrega o formato Romano do nariz. A pelagem na face é de aparência curta, e mais longa nas partes mais externas das bochechas.

Orelhas: De tamanho médio, nem grandes ou pequenas, mas numa agradável proporção com a cabeça e posicionadas moderadamente afastadas.

Olhos: O canto interno de cada olho deverá estar posicionado ao lado da ponte do nariz onde há o aprofundamento (stop). São de cor azul e quanto mais escuro melhor, quase redondo no formato e de tamanho médio a grande, em proporção com o tamanho da cabeça e dando uma agradável expressão.

Corpo: Longo mas com ossatura pesada, e em excelente condição física. Musculatura firme mas não obesa. Machos geralmente de tamanho médio a grande;as fêmeas, de tamanho pequeno a médio.

Cauda: Média no comprimento em agradável proporção com o corpo.Pelagem longa e abundante. Pelos longos e claros do dorso podem se espalhar sobre a base da cauda.

Pernas e Patas:  Pernas fortes e médias em tamanho, entretanto, mais finas nas fêmeas. Patas grandes, arredondadas e robustas. Almofadas das patas: preferencialmente na cor rosa mas, devido ao padrão bicolor, as almofadas podem ser da mesma cor do couro do nariz, misturado com rosa ou rosa sólido.

Pelagem:  Abundante , média a longa, e sedosa na textura. Como uma gola ao redor do pescoço, sendo mais cheias nos machos do que nas fêmeas. A pelagem é de uma textura que não se embaraça com o sub-pelo. A pelagem na barriga é levemente ondulada e de uma cor bem clara, quase branca.

Cor:

Corpo: Uniforme com tênues sombreamentos. Contraste forte entre a cor do corpo e as pontas. Cores mais escuras no corpo aparecem em gatos mais maduros e mais clara ou menos escura, em gatos jovens ou filhotes. Um ligeiro matiz dourado pelo dorso e laterais do animal é desejável. O matiz é mais escuro em gatosseal points, mas deve ser visível em todas as cores.

Pontas (exceto patas): Máscara, orelhas, pernas e cauda, densa e claramente definida, todos com a mesma tonalidade. A máscara cobre completamente a face e é ligada às orelhas por riscos. A cor das pontas, com exceção das luvas e laços, deve ser coerente com a descrição padronizada das cores.

Luvas: No espécime ideal, as luvas brancas terminam com os seus limites alinhados com o início das dobras dos pés em todas as patas. Nota: a descrição das luvas se aplica somente às patas frontais; em geral, luvas baixas são preferíveis às luvas altas. Na ausência do ideal, que é difícil de se alcançar devido ao fator “ponteado branco”, deverá ser seguido a ordem de prioridade abaixo:

  1. Luvas igualmente marcadas em todas as quatro patas.
  2. Luvas dianteiras marcadas igualmente o mesmo ocorrendo com as luvas traseiras embora as dianteiras e as traseiras não estejam à mesma altura.
  3. Luvas dianteiras igualmente marcadas e luvas traseiras desiguais.
  4. Luvas dianteiras desiguais com marcação traseira uniforme.

Laços: Nas patas traseiras as luvas deverão continuar subindo na parte traseira das pernas.Isto é o prescrito para os laços. No exemplar ideal os laços deverão ser marcados igualmente e terminar em forma de ponta (“V”). É desejável que os laços não cheguem ao jarrete.

Cores Permitidas:  Ice Point (Lilac), Blue Point, Seal Point, Chocolate Point, Red Point, Cream Point, . Lynx Points, Tortie Points e Tortie Lynx Points nas cores ponteadas citadas acima. No Apêndice há a descrição detalhada das cores. Qualquer cor geneticamente possível é aceita.

Desclassificações:  Ausência de uma luva branca em alguma das patas. Branco nas pontas se não estiver conectado às luvas ou laços.

[ voltar ]